25/01 15:05

Primeira oficina Paternidade Responsável de 2019 lota auditório da EGMA

Segundo Danilo Silva, assistente social e um dos ministrantes da oficina, a capacitação tem fundamental importância na formação e fortalecimento de vínculos entre pais e filhos. “Muitos servidores que estão aqui hoje são pais de primeira viagem, portanto, essas primeiras orientações são muito importantes para o estabelecimento de vínculos afetivos: nos primeiros dias de vida é quando o bebê começa a guardar vozes, cheiros e toques e a construir suas referências. Com vínculos fortalecidos, o desenvolvimento da criança tende a ser mais saudável”, afirmou.

Pai do primeiro filho, o assessor de Comunicação, Michel Sousa, lotado na Secretaria de Estado da Saúde (Ses), ressalta que o conhecimento adquirido é uma experiência enriquecedora. “A oficina além de nos garantir a ampliação da licença-paternidade é importante para todos nós, pois, aqui podemos tirar dúvidas, aprender mais sobre o suporte emocional, a construção dos vínculos afetivos e consequentemente aplicar o que aprendemos em nossas casas”.

A oficina trabalha o lado jurídico, social, além do acompanhamento da saúde do bebê, garantindo a ampliação da permanência em casa e proporcionando ao pai servidor público a oportunidade de acompanhar a passagem dos primeiros dias pós-nascimento, importantes tanto para a criança, quanto para a mãe.

O servidor Jesaías Silva, da Secretaria de Segurança Pública (SSP), conta que está feliz com a sua participação na oficina e pretende utilizar o que aprendeu. “Muito interessante os temas abordados na capacitação, pois algumas das informações que nos foram repassadas eu ainda não tinha, por isso fiquei feliz em participar da oficina e acredito que esses conhecimentos devam ser colocados em prát;ica”, frisou.

PROGRAMA

O programa Paternidade Responsável integra, desde julho de 2016, o rol das atividades permanentes, desenvolvidas para a valorização do servidor. De acordo com a Lei, a licença-paternidade possui um prazo de cinco dias, podendo ser prorrogada por mais quinze dias, desde que o interessado comprove participação em atividade ou programa de paternidade responsável promovido pela Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep). Depois de participar da oficina na Escola de Governo, o servidor apresenta um requerimento comprobatório junto à Segep, em até dois dias após o parto, adoção ou obtenção de guarda judicial.

 


Contatos

contatos

Av. Vitorino Freire, 1969
Areinha
São Luís - MA

CEP: 65030-015

Telefones:

(98) 3218-6306
(98) 3218-6308

E-mails:

ouvidoria@egma.ma.gov.br
diretoria@egma.ma.gov.br

Links Úteis
Localização

localização